quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Material de Apoio - Lâminas 17

Material de Apoio - Lâminas
- Espadas -

ESPADAS MEDIEVAIS - As Sideswords

As sideswords foram uma evolução natural das Arming Sword. Elas são o ponto anterior às espadas do tipo “cut & thrust”. O termo sidesword vem de uma tradução literal do italiano “spada da lato”. São mais facilmente encontradas no período entre os séculos XV e XVII, embora o termo não fosse utilizado na época.

As sidesword eram um tipo de arma de guerra utilizada pela infantaria durante o período inicial da renascença européia. Inegavelmente como descendentes diretas das arming swords, foram muito populares por todo o século XVI, sendo as armas ideais para lutas contra adversários armados e desarmados.


As novas técnicas de produção possibilitaram a colocação de alguns anéis à frente da proteção da empunhadura, no ricasso, aumentando a proteção do punho e dos dedos – prática que continuou evoluindo até chegar às rapiers. Embora muitos estudiosos classifiquem as Sideswords como antecessoras quase diretas das rapiers, elas tiveram um tempo de uso muito longo, inclusive convivendo nas cinturas de cavaleiros e civis juntamente com as rapiers.

Uma das principais qualidades desta espada era o pouco peso. Ela era muito leve e, por isso, inacreditavelmente rápida para cortar ou perfurar. Ela era própria para ser usada sozinha, junto com uma adaga ou junto com escudo pequeno. Sendo uma espada leve, a manobralidade de seus movimentos era fácil. O ricasso era confortável para embrulhar o dedo do esgrimista, e os anéis poderiam proteger o dedo das lâminas adversárias. A leveza e a velocidade transformavam esta lâmina em uma arma forte e precisa.


Sua lâmina era provida de fio em ambas as beiradas. Como ela poderia ser utilizada tanto para golpes de cortar, quanto golpes de perfurar, o termo “cut & thrust” é algumas vezes utilizado para classificar espadas deste tipo misturando todas num só grupo. Outra confusão com as classificações moderna destas espadas dá-se quando também às classificam, devido aos seus anéis de proteção da mão, como sendo ‘espadas rapiers’ ou então ‘rapiers de perfuração’. Seu peso era de aproximadamente 1,2 Kg, com um comprimento de não mais de 98 cm.


É importante notar, também, que como as arming swords, as sideswords eram normalmente utilizadas com escudos pequenos. Estes escudos eram chamados de ‘buckers’, o que teria dado origem, segundo alguns textos, ao termo “swashbuckler”. O termo seria uma alusão às novas técnicas empregadas com esta composição sidesword-escudo, empregada nos combates. Italianos eram os mais famosos esgrimistas com as sidesword. Mestres como Acille Marozzo e Camillo Agrippa, demonstravam em seus manuais os segredos deste tipo de espada.

2 comentários:

Danielfo disse...

Esta é uma das melhores séries de artigos que está saíndo na blogsfera. Bem informativa e técnica, do jeito que eu gosto.

Fantástico.

João "o escriba" Brasil disse...

Muito obrigado! É um prazer receber um elogio assim... O meu esforço é para que tudo o que escreva seja realmente útil para todos....

E podem esperar pois muita coisa ainda está por vir!!!!