terça-feira, 21 de maio de 2013

Mutantes & Malfeitores - Analisando Regras: os Poderes Alternativos



Analisando Regras: Os Poderes Alternativos

Me pediram, dia desses, que criasse algumas postagens ensinando ou tirando dúvidas sobre alguns elementos de Mutantes & Malfeitores. Achei interessante já que todos os dias temos novos jogadores ingressando no sistema. Então vou começar pela solicitação de um amigo, pela peculiaridade dos Poderes Alternativos.

Primeiras noções
Primeiro vamos tentar entender do que se trata. Poderes são capacidades ou características que algum personagem possui que lhe permite efeitos específicos e fora do comum. Por exemplo, Reed Richards, o líder do Quarteto Fantástico, tem a inquestionável capacidade de alongar todo o seu corpo. Seu corpo sendo como de elástico pode ser colocado como um poder, digamos, bruto. Ou seja, ele tem essa capacidade indiferentemente à qualquer outro elemento dele.

Dito isso podemos pensar em outra das capacidades de Reed Richards, que seria o de poder enrolar um adversário, prendendo-o firmemente. Se pensarmos bem essa capacidade, adaptável pelo poder Armadilha, só é possível porque ele possui a possibilidade de alongar seu corpo. Ela poderia ser colocada como derivada da capacidade de alongamento. Em poucas palavras, ele não poderia se enrolar em ninguém se não tivesse a capacidade de alongar o corpo.


Embora o Livro Básico diga que Poder Alternativo é “um outro poder, mutuamente exclusivo como o poder primário ao qual este feito é aplicado”, não seria apenas isso. Ou faltaria alguma coisa, mas vamos ver isso com calma.

Vamos para outro exemplo. Charles Xavier é considerado o maior telepata do mundo, no cenário Marvel. Sua principal característica é o poder da Telepatia. Mas além disso, sabe-se que ele pode criar ilusões ou projetar rajadas mentais. Essas duas possibilidades são derivadas da telepatia e não seriam possíveis sem ela.

Acho que vocês já estão começando a entender. Poderes Alternativos são poderes derivados de um poder central.

Vocês podem me questionar que isso tem cara de outro poder chamado Repertório. O que posso dizer é que sim, são muito parecidos, para não dizer que são a mesma coisa com outro nome, mas deixemos essa explicação para depois.

Em questão de regras, de forma fria, qualquer poder pode ser colocado como um poder alternativo de outro. As regras permitem isso e não estou aqui para converter ninguém. Deixo isso para outro dia.

O Poder Alternativo é um feito de poder que tem o custo de 1 ponto. Com esse ponto o jogador pode agregar um poder ao seu poder ‘base’, o qual damos o nome de Poder Alternativo (vamos chamar de PA). Esse PA não pode ser acionado simultaneamente ao seu poder base. Um exemplo de forma simplificada. O fictício personagem Senhor da Chuva tem o poder Controle do Clima e como PA ele possui o poder Raio. Em um determinado combate ele está modificando o clima de uma determinada área produzindo ventos. De repente ele percebe um adversário se aproximando e ele decide usar um raio para atingi-lo. Então ele para de usar o poder Controle do Clima para poder usar o poder Raio. Em poucas palavras, o Poder base não pode ser usado simultaneamente com seu Poder Alternativo.

Pode-se dizer que esta é a noção básica.

Não confundam, por favor, o Poder Alternativo (PA) com o Poder Alternativo Dinâmico, ou mesmo com
Repertório. Mas isso é tema para o próximo artigo.


Um desabafo...
A crítica que farei aqui é mais por preciosismo do que por qualquer outra coisa. Quando li a primeira vez sobre o feito Poder Alternativo tive a impressão de que deveria, por uma questão de lógica, haver ligação entre o poder principal e o poder alternativo. É difícil para eu entender quando alguns personagens são construídos por jogadores com diferenças muito grandes entre o poder básico e o poder alternativo.

Compreendo que o sistema M&M foi criado para ser um sistema genérico, e que assumiu muito bem este posto. E também sei que em nenhum momento o sistema declara a necessidade de existir essa “lógica” na construção dos personagens, já que isso engessaria o sistema.

Como disse, é apenas um desabafo...

3 comentários:

Torinks disse...

Belo post João. Acho super ultil esclarecimentos do tipo, para novos no sistema.

Compartilho o mesmo desabafo contigo, embora raramente me ocorra algo do tipo com os meus jogadores.

Mas, veja bem, o sistema é leal se pensarmos numa personagem como a Emma Frost. Sua mutação é Telepatia, e sua "segunda" mutação é o corpo de diamante. Uma mutação não lembra em nada a outra. E em jogo, a 2ª mutação segue o esquema nítido de Poder Alternativo da mutação primária.

Mas, enfim... aguardo a postagem sobre os PA's dinamicos ─ pois até hoje não consigo enxergar muita vantagem neles...

João Brasil disse...

Obrigadão.... Como disse ali, foi só um desabafo em forma de devaneio...

O próxima postagem vem em breve!!!!

João Brasil disse...

Obrigadão.... Como disse ali, foi só um desabafo em forma de devaneio...

O próxima postagem vem em breve!!!!